Analytics

12.5.16

Telejornalismo na prática é indicado para estudantes e recém formados


















No dia 26 de abril, o jornalista Paulo Nicolau lançou, na Livraria Cultura de São Paulo, seu primeiro livro, Telejornalismo na Prática (selo "série jornalismo"), em que apresenta de maneira direta como funciona o dia a dia de uma redação, quais são os cuidados que o profissional dessa mídia deve ter, quais são os desafios e as perspectivas. O livro apresenta os aspectos técnicos, dicas, reflexões sobre a ética profissional e todos os detalhes de um telejornalismo, da pauta à edição.

Nicolau começou a carreira na EPTV Campinas (afiliada da Rede Globo), trabalhou na TV Record em São Paulo e foi diretor nacional de jornalismo do SBT. São 25 anos de experiência. Ganhou os prêmios Esso e Embratel.

Entrevista

Como surgiu a ideia de escrever esse livro, qual foi a sua principal motivação?
Paulo Nicolau - Falar sobre jornalismo é sempre uma satisfação. Eu queria compartilhar meus conhecimentos com a nova geração de jornalistas.

Qual é o público preferencial do seu livro?
O livro foi escrito para estudantes universitários e profissionais que estão em começo de carreira em televisão. Também é útil para quem faz vídeo para a internet ou trabalha em produtoras e quer melhorar o padrão de qualidade. Mas, acredito, que pela maneira direta como aborda os temas, ele possa interessar bastante profissionais mais experientes e mesmo que não atua na área, mas tem curiosidade de conhecer por dentro o intrincado mundo do telejornalismo.


Há vários livros sobre telejornalismo no mercado, o que você considera que o seu apresenta de novo ou peculiar para estudantes e e recém-formados?
O livro mostra como funciona na prática, de forma ética, uma redação. Em uma leitura é possível percorrer normas e técnicas de telejornalismo que eu demorei anos para aprender, desde o começo como estagiário até chegar a diretor de jornalismo. O leitor, espero, vai refletir sobre essas informações.

Com base em sua experiência em TV o que você destaca que é o maior desafio para quem está iniciando no telejornalismo e como o livro pode contribuir?
O desafio é produzir conteúdo tão bom que o telespectador tenha vontade de voltar no dia seguinte. Para dar conta dessa tarefa é preciso conhecimento. Aí que entra o livro e seu papel de ampliar horizontes. 

11.5.16

Limiar inaugura selo "série jornalismo"










Diante de tantas controvérsias sobre o papel que a mídia representa atualmente, a democratização dos meios comunicação, o papel cada vez mais preponderante da comunicação - por todos o meios, impressa, radiofônica, televisiva e web - na formação da sociedade, a Editora Limiar decidiu lançar o selo "Série Jornalismo".
"Nossa proposta é ter uma concepção plural do tema", informa o editor Norian Segatto, que também é jornalista de profissão. "Pretendemos publicar pelo selo tanto debates e análises conceituais, como tratar da prática jornalística, contribuindo para que estudantes, recém-formados e aqueles que desejam se atualizar na área tenham instrumentais para tal", afirma.

De certa forma, a preocupação e a vontade de promover o debate sobre o assunto sempre estiveram entre os critérios editoriais da Limiar. No ano de sua fundação, 2000, lançou o livroPonto Eletrônico (de Flávio Prado), com dicas práticas de como fazer jornalismo televisivo. O livro se tornou referência na área.

Em 2005 publicou Alô, Alô, Amazônia (de Benedito Rostan), um vigoroso estudo semiótico e sociológico sobre as relações entre oralidade e escrita mediadas pelo rádio, tendo como objeto um popular programa de rádio no Norte do país.

No ano passado voltou ao tema com a publicação de Jornalismo Ainda é Cultura (de Willian Corrêa e Ricardo Taira), livro que analisa o Jornal da TV Cultura, informativo que inova com a participação de uma bancada de comentaristas, que diariamente se revezam para analisar os fatos apresentados, dando pluralidade ao noticiário.

Agora, apresenta ao público Telejornalismo na Prática. O autor, Paulo Nicolau, que já atuou nas principais emissoras do país – Globo, Record e SBT – , apresenta, de maneira direta, como funciona o dia a dia de uma redação, quais são os cuidados que um profissional dessa mídia deve ter, quais são os desafios e as perspectiva.