Analytics

11.5.16

Limiar inaugura selo "série jornalismo"










Diante de tantas controvérsias sobre o papel que a mídia representa atualmente, a democratização dos meios comunicação, o papel cada vez mais preponderante da comunicação - por todos o meios, impressa, radiofônica, televisiva e web - na formação da sociedade, a Editora Limiar decidiu lançar o selo "Série Jornalismo".
"Nossa proposta é ter uma concepção plural do tema", informa o editor Norian Segatto, que também é jornalista de profissão. "Pretendemos publicar pelo selo tanto debates e análises conceituais, como tratar da prática jornalística, contribuindo para que estudantes, recém-formados e aqueles que desejam se atualizar na área tenham instrumentais para tal", afirma.

De certa forma, a preocupação e a vontade de promover o debate sobre o assunto sempre estiveram entre os critérios editoriais da Limiar. No ano de sua fundação, 2000, lançou o livroPonto Eletrônico (de Flávio Prado), com dicas práticas de como fazer jornalismo televisivo. O livro se tornou referência na área.

Em 2005 publicou Alô, Alô, Amazônia (de Benedito Rostan), um vigoroso estudo semiótico e sociológico sobre as relações entre oralidade e escrita mediadas pelo rádio, tendo como objeto um popular programa de rádio no Norte do país.

No ano passado voltou ao tema com a publicação de Jornalismo Ainda é Cultura (de Willian Corrêa e Ricardo Taira), livro que analisa o Jornal da TV Cultura, informativo que inova com a participação de uma bancada de comentaristas, que diariamente se revezam para analisar os fatos apresentados, dando pluralidade ao noticiário.

Agora, apresenta ao público Telejornalismo na Prática. O autor, Paulo Nicolau, que já atuou nas principais emissoras do país – Globo, Record e SBT – , apresenta, de maneira direta, como funciona o dia a dia de uma redação, quais são os cuidados que um profissional dessa mídia deve ter, quais são os desafios e as perspectiva.