Analytics

22.6.17

Livros de família, tendência crescente no mercado editorial


Com a modernização dos serviços gráficos e a possibilidade cada vez maior de se fazer pequenas tiragens a baixo custo, cresce no mercado o segmento dos chamados "livros de família" ou livros pessoais, cujo objetivo é divulgar uma mensagem, um pequeno romance, poesias, ou contar fatos de sua vida.
 
"Todas as pessoas têm histórias de vida muito rica, que dariam bons romances e filmes, a questão é saber como colocar essas histórias no papel", afirma o editor da Limiar, Norian Segatto.

A mais recente produção da Editora Limiar nesse segmento é Andanças de sobrenomes, de Sinclair Guimarães Cecchini.

Por anos Sinclair alimentou a curiosidade de localizar nos mapas os lugares mencionados nas conversas e histórias contadas por seus parentes mais velhos na varanda da casa. Mais tarde veio o interesse por estudar como os seres humanos foram ocupando os espaços do planeta com suas culturas, seus idiomas, a integração ao meio geográfico com a extrema diversidade de clima, solo, vegetação e recursos naturais.
Com o tempo teve início o estudo dos sobrenomes da família, mais precisamente a origem e movimentação pela Europa e pelo Brasil até o encontro na região da Alta Araraquarense, no Estado de São Paulo.

O livro Andanças de sobrenomes não conta apenas a trajetória da família Cecchini, mas, outras que em torno dela foram se agregando por vínculos matrimoniais, como os Oliveira Jordão, os Teixeiras, de Portugal, os Guimarães e os Santanna e Machado.  
O livro é mais um projeto especial da Editora Limiar, que prova que cada pessoa, cada família, tem uma grande história para contar.